• Twitter
  • Facebook
  • Google+

Pós Graduação em Educação Musical - EAD.

 

Público Alvo:  Profissionais formados em Música, (bacharelado e/ou licenciatura), graduados ou licenciados em outras áreas com ou sem conhecimentos técnicos de música.

Carga Horária:  420 horas - 2 semestrais e 1 encontro presencial.

Objetivos: Preparar teórica e metodologicamente, profissionais formados em Música, ou em outras áreas, para as várias possibilidades de desempenho profissional, seja no campo da prática musical, seja na área da docência de Educação Musical.

Disciplinas:

  • Didática do Ensino Superior;
  • Metodologia Científica e Orientação ao TCC;
  • Psicologia da Educação: Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem;
  • Estudando Música;
  • Recursos tecnológicos e de informática a serviço do professor;
  • Didática Geral e na prática do ensino de Educação Musical;
  • Orientação Educacional (Prática e Ensino);
  • Psicologia da Educação;
  • Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem;
  • Iniciação a um instrumento: a) de sopro, b) de cordas, c) de percussão, d) de teclado
  • Paradigmas de Escolas de Educação Musical; Orff, Kodaly, Willems, Villa Lobos, Dalcroze, Schafer, etc;
  • Música e saúde: o som que te faz bem;
  • A neurociência da música: cognição musical, neuroplasticidade.

Professores:  Dário Sotelo, Marcio Scialis, José Zula de Oliveira, Maristela Smith, Luci Carlos de Andrade, Margibel Adriana de Oliveira, Orlando Marcos Martins Mancini,  Ana Paula Cascarani Faria, Marisa Trench de Oliveira Fonterrada e Aline Cristina Lofrese Mauricio.

Currículos:

Dario Sotelo - Formado em piano, violino e viola, recebeu seu título de mestrado em regência orquestral pela “City University”, em Londres, como aluno de Ezra Rachlin, um dos discípulos de Fritz Reiner. Foi coordenador da área de cordas do Conservatório de Tatuí, reestruturando os programas dos cursos dos instrumentos de cordas, integrando-os às atividades de música de câmara e orquestra, em níveis equiparados. Criou e estabeleceu orquestras jovens em Tatuí e Belo Horizonte e São Paulo. Através do Conservatório de Tatuí, realizou várias encomendas e estreias mundiais a compositores brasileiros, tendo como exemplos a ópera “A Peste e o Intrigante” de Mario Ficarelli, “Cantata de Natal” de Ernest Mahler e “Sonho de Uma Noite de Verão”, de Edson Beltrami. Após dois anos em Londres (1991 e 1992), é convidado a assumir a regência da Orquestra de Sopros Brasileira e estabelecer o curso de regência instrumental do Conservatório de Tatuí. Em 1998 torna-se o regente da recém-criada Orquestra Sinfônica Paulista do Conservatório de Tatuí, conjunto que dirige até 2003. Como palestrante e regente convidado participou de dezenas de atividades internacionais, entre elas o Festival de Música Brasileira em Wattwill – Suíça, gravação para a Rádio Estatal Húngara, turnês pelos Estados Unidos e Espanha. Atuou, ainda, como regente e palestrante na ConvençãoEstadual de Minnesota em Mineápolis, na Universidade de Duluth e na “Berklee College of Music”, na cidade de Boston, nos Estados Unidos. Também como regente, vem atuando ainda em vários outros lugares do mundo como Hungria, Austrália, Alemanha, Inglaterra, Espanha, África do Sul, Colômbia, Uruguai, Costa Rica, Paraguai, Argentina e Taiwan. No Brasil, atua em cidades como Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Blumenau, Caxias do Sul, Porto Alegre e em Festivais como Campos do Jordão e São João Del Rei, Oficina de Música de Curitiba, Festival Sesc- Pelotas e Festival de Inverno de Divinópolis - MG. Estabeleceu a Conferência Ibero-americana de Compositores, Arranjadores e Regentes de Banda Sinfônica em Tatuí e foi o Coordenador Geral e Artístico nos anos de 2002 e 2004, e Secretário Geral do IV Congresso Ibero-americano de Compositores, Arregladores y Directores de Banda. Sinfônica e Ensembles,coordenando o evento na cidade de Tenerife – Espanha, em 2008. Em 2013, na Cidade de Lliria - Valência - Espanha, é Secretario Geral do V Congresso Ibero-americano. Desde 1995 teve a oportunidade de gravar nove CDs com a Orquestra de Sopros Brasileira do Conservatório de Tatuí e a Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí, com obras de diversos autores brasileiros, sendo o último gravado em 2012, comemorando 20 anos de existência da Orquestra de Sopros Brasileira - Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí. Até o momento realizou 150 estreias mundiais de obras de compositores brasileiros e 98 estréias brasileiras de compositores internacionais. Em Julho de 2011 rege a Orquestra de Sopros Mundial na 15ª. Conferenciada WASBE Taiwan. Escreveu vários espetáculos para crianças e jovens, entre eles: “Retratos”, “Villa-Lobos Encontra Guarnieri”, “Vinda da Família Real para o Brasil”, “Villa-Lobos e o Momoprece”, “Sonho de Criança”, “As Estórias de Petrushka”, “O Tango e Suas Histórias” e “As Estórias do Tião”. Em 2013 realiza o "Projeto Stravinsky” nas comemorações de 100 Anos da Sagração à Primavera, com execuções de obras originais sopros sinfônicos influenciadas pela Sagração além de concerto dedicado a uma transcrição completa do grande ballet. Em 2014 organiza, coordena e dirige o II Seminário de Regência de Banda Sinfônica, la Semana de Composição para Banda, o Festival de Inverno de Tatuí “Curso de Férias" e o Concurso Nacional de Composição para Banda, estreia como Regente Convidado da Banda Sinfônica Municipal de Madrid e colabora com a série “Teaching Music Through Performance in Band com o capítulo “Danzon no.2” de Arturo Márquez. É Regente Titular da Banda Sinfônica, Orquestra de Cordas Juvenil, Diretor Artístico da Camerata Corelli e Professor de Regência Instrumental do Conservatório de Tatuí, Regente Titular da Orquestra de Sopros da Escola Municipal de Música de São Paulo e Presidente Eleito da WASBE - World Association of Symphonic Band and Ensembles.

Marcio Scialis   -   Iniciou sua carreira musical em 1990.  Em 1996, no periódico "Musicalizando", foi citado como um dos dez maiores nomes da gaita no Brasil. Gravou e tocou com grandes nomes, como o maestro Eduardo Lages (Roberto Carlos), maestro Laércio Freitas, Artur Maia, Derico Sciotti (Jô Soares), Skowa, César Camargo Mariano, Joe Filisko, Brian Peters, Flávio Guimarães (Blues Etílicos), Peter “Madcat” Ruth, Steve Guyguer, Brendan Power, entre outros.Multi-instrumentista, toca mais de 50 instrumentos musicais diferentes, além de ser cantor.Autor de vários projetos sociais ligados à música, cultura e educação, tendo como objetivo principal a sustentabilidade, e do Conselho Gestor do Hospital do Tatuapé de SP, Diretor de Artes da SAT - SP e diretor de Marketing da Hering Harmônicas, além de apresentar o programa de TV "Música em Pauta", pela TV Aberta - SP, canal 9 da NET - SP, aos sábados às 20hs. Hoje atua como produtor musical, arranjador e regente, regulamentado pela Ordem dos Músicos do Brasil. Membro do Conselho Comunitário de São Paulo, criou e executou o projeto "Musicaliza, São Paulo", com o apoio do Instituto Cultural Hering, atingindo mais de 200.000 pessoas em workshops, shows e aulas incidentais. Responsável pelo conteúdo didático-musical do Método Hering para Flauta Doce, escolhido para a volta da música nas escolas por várias cidades brasileiras, além do projeto de musicalização do Instituto Cultural Hering, na formação musical de alunos da educação básica, gerenciando cursos de capacitação musical para pedagogos. Pedagogo, é elaborador de programas de educação musical, como a "Musicalização pela Gaita de Boca", executado pelo grupo Harmônicos em unidades do SESI, para milhares de alunos, entre os anos de 2011 e 2014.

José Zula de Oliveira   -   É  pós-graduado (Mestrado e Doutorado) pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IPUSP). Graduado em Composição / Regência, Psicologia, Licenciado em Filosofia e Educação Artística e Psicologia.Professor universitário das disciplinas: Teoria e Percepção, Contraponto, Análise, Canto Coral e outras disciplinas de formação musical.Entre as atividades de docência das disciplinas acima, tem realizado conferências, seminários, palestras, cursos, workshops etc., em Universidades (Universidade de São Paulo – Instituto de ciências biomédicas / USP, Universidade Federal do Paraná -  UFPA, Escola de Música e Artes, Paraná, Escola Técnica de Música Brasília – Escola Técnica de Música, São Luiz – Maranhão etc.Faculdade Paulista de Música – São Paulo: Percepção e Estruturação, Música Nova, Fundamentos de Expressão e Comunicação Humanas, Estética.Instituto Musical de São Paulo – São Paulo: Percepção e Estruturação, Fundamentos de Expressão e Comunicação Humanas, Estética.Canto Coral.  Faculdades Metropolitanas Unidas – São Paulo: Psicologia da Educação .Universidade Federal do Paraná – Curitiba PR.: Folclore e História da Arte. Nos últimos quatro anos, aprovado por concurso, lecionou no Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos / Tatui – SP, as disciplinas: Canto Coral, Teoria e Percepção (seis níveis) e Análise Musical, tendo em suas atividades se destacado como referencia em metodologia de ensino destas disciplinas. No momento é Coordenador dos Cursos de Pós Graduação, Presencial e à Distancia, sob a égide do ICHH (Hering). Tem focado suas atividades na análise e adaptação da metodologia de ensino / aprendizagem com foco no aluno, nos tempos modernos: levar em consideração suas limitações e/ou sua predisposição (talento/pouco talento) ao estudo de música. Nesta tarefa tem levado em consideração a teoria da “assimetria funcional dos hemisférios cerebrais”, objeto de sua tese de doutorado, com o tema “Assimetria Funcional dos Hemisférios Cerebrais na Percepção de Timbre, Intensidade ou Altura, em Contexto Musical”. Deste trabalho constam valiosas informações aos compromissados com este assunto, o que pode ser lido em seu site: www.neuromusic.com.br"O regente regendo o quê?”,  “Harmonia Funcional”, “Ábaco” (calculador de Campo Harmônico) e “O que é Harmonia Funcional” (Trilogia), “Prática de Estruturas Musicais: vol I e II”“Aprendendo Música com que Hemisfério Cerebral: uma Introdução à Música de todos os tempos: Teoria e Prática”. “Modulação Hemisférica de Eventos Musicais”, “Leituras sobre 10 temas musicais”.“Cantando Contos de Ipuarana” (Editor.).  “Pena sob luz de Lamparina” (Editor). “Mecanismos neurais de agrupamentos auditivos impondo regras à percepção musical”. “Anatomia do Dom”.“Funções Musicais”.“Leis Gestálticas ilustradas para o sentido da visão e da audição (com foco em música)”.“Reafinação Neural da percepção e prática musical”.“Quadros Didáticos de Musicalização: a) Série Harmônica Pitagórica e suas implicações na música ocidental, b) Incorporação das Consonâncias Naturais à música ocidental, c) Armaduras Modais, d) Classificação de Compassos: Dimensão funcional, e)Modos antigos, e) Consonâncias Históricas. Complementa este Curriculum a leitura do “Memorial de Atividades Artísticas, Didáticas, Culturais, Acadêmicas e Profissionais”: disponível no Site: www.neuromusic.com.br

Maristela Smith  -  Pianista; Musicoterapeuta; Educadora Artística, com licenciatura plena em Música; Especialista em Psicomotricidade (disgrafia);Mestre e doutoranda (defenderá a tese em junho deste ano) em Psicologia Social pela PUC/SP.Fundadora e Coordenadora dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação e da Clínica-Escola de Musicoterapia da FMU – São Paulo (SP). Tem ministrado cursos e palestras no Brasil e no exterior (Espanha, Inglaterra, Chile, República Dominicana...)Foi professora de música no Colégio Dante Alighieri por 17 anos (1981 a 1998). É membro do Conselho Editorial da Revista Brasileira de Musicoterapia há 15 anos. Foi presidente da APEMESP - Associação de Profissionais e Estudantes de Musicoterapia do Estado de São Paulo (1991-2001) e secretária geral da UBAM - União Brasileira de Musicoterapia (gestão 2004-2006). É autora do livro "Musicoterapia e Identidade Humana - transformar para ressignificar" . Atualmente é musico terapeuta clínica em consultório particular. Fundou, coordena e também atua como Musicoterapeuta Clínica da Área de Musicoterapia do Instituto de Medicina Física e Reabilitação HC/FMUSP - Rede Lucy Montoro.

Orlando Marcos Martins Mancini - Graduado em Música Habilitação Instrumento (violão) pela Faculdade de Artes Alcântara Machado - FAAM (1986); Graduado em Música Habilitação Em Composição e Regência pela Faculdade de Artes Alcântara Machado - FAAM (1989); Especializado em Metodologia do Ensino Superior pelas Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU (1993); Mestre em Artes, Habilitação - Música pela Unesp - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2001); Doutor em música (2011) pela Unicamp - Universidade Estadual de Campinas. Professor titular de Contraponto, Acústica e Música de Cinema nos cursos de música e musicoterapia; e Sonoplastia e Design Sonoro nos Cursos de Rádio, Tv e Vídeo e Tecnologia da Produção Audiovisual da FIAM-FAAM Centro Universitário, todos parte do Complexo Educacional FMU. Professor da pós-graduação "Investigação em Musicopterapia" no Centro Universitário FMU. Integrante do Grupo de Pesquisa em Música Aplicada à Dramaturgia e ao Audiovisual da UNICAMP. Em 1992, foi aluno de Ennio Morricone e Sergio Miceli no curso de Musica per Film, em Siena - Itália. Experiência na área de Música, com ênfase em Estruturação Musical, atuando principalmente nos seguintes temas: Teoria Musical, Percepção Musical, Contraponto, Música de Cinema, Música e Audiovisual, Música e Tecnologia, Sonologia.

Luci Carlos de Andrade  -  Graduação em Pedagogia com Habilitação em Educação Infantil pela Universidade Federal Mato Grosso do Sul (200), Mestrado em Educação ( agosto/2005) e Doutorado em Educação (2015), pela mesma Universidade. Está inserida na Linha de Pesquisa: Educação, Psicologia e Prática Docente do Programa de Pós Graduação em Educação, bem como, no Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos Interdisciplinares: a pesquisa como estratégia de formação. Desenvolve atividades de pesquisa na área de Educação Infantil, com ênfase nos seguintes temas: formação de professores, infância, ludicidade e interdisciplinaridade.

Margibel Adriana de Oliveira  -  Doutora em Estudos de Retórica e Argumentação – FFLCH-USP. O objeto de estudo é o discurso jornalístico por antecipação ao discurso jurídico, em relação às notícias de crimes.Possui Mestrado em Literatura e Bacharelado em Letras Português-Inglês, ambos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é professora assistente de Faculdade de Tecnologia (FATEC-SP), professora de Linguagem Jurídica, da Faculdade de Direito Damásio de Jesus (FDDJ). Coordena o Setor de Estágios do Curso de Eventos (FATEC-BARUERI). Ministra a disciplina de Metodologia Científica em cursos de Pós Graduação. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Redação (Português). Atua principalmente nas seguintes áreas: Retórica, Argumentação, Redação, Linguagem Jurídica e Gestão de Eventos Acadêmicos.

Ana Paula Cascarani Faria  -  Graduada em musicoterapia, especialização em psicopedagogia, terapia sistêmica familiar e de casal, mestrado em educação e doutorado em ciências da saúde. Formação em terapia comunitária, terapia narrativa, colaborativa e medicina vibracional.

Marisa Trench de Oliveira Fonterrada  -  Professora Livre Docente em Técnicas de Musicalização pela UNESP, Doutora em Antropologia e Mestre em Psicologia da Educação, ambas as titulações pela PUCSP. Bacharel em Música pelo Instituto Musical São Paulo.  Diretora do Instituto de Artes da UNESP (2000/2004) e da Escola Municipal de Música de São Paulo (1977/1985). Responsável pela criação e instalação da EMIA – Escola Municipal de Iniciação Artística (1981) e da ETEC de Artes, do Centro Paula Souza, em São Paulo (2008/2009). Autora de livros e artigos sobre música, educação musical e ecologia acústica. Tradutora de Murray Schafer para o português, com quem tem trabalhado há muitos anos. Membro fundador do FLADEM – Fórum Latino-americano de Educação Musical e do WFAE – The World Forum for AcousticEcology; membro da ABEM – Associação Brasileira de Educação Musical e de The Wolf Project, no Canadá, grupo dedicado à vivência ecológica de obra artística de Murray Schafer. Coordenadora da área de Educação musical do Projeto “Caminhos sonoros”, em Mairiporãem 2011, 2012, 2013 e 2014(FAREARTE, Prefeitura de Mairiporã e Holcin), do Projeto “Educação Musical pela Voz”, da UNESPe regente do Grupo CantorIA(Pró-Reitoria de Extensão da UNESP), de 1989 a 2013. Coordenadora do GEPEM – Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Musical desde1997, com pesquisa publicada. Assessora da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo – SME – nos anos 2015 e 2016,no Projeto Direitos de Aprendizagem a caminho da autoria, referente ao componente Arte/Música, que resultou em publicação, disponível no Portal da SME/SP.

Aline Cristina Lofrese Mauricio  -  I.C. Iniciação Científica, Mestrado e Doutora em Educação.

 

Inscrições:

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÃO: INSTITUTO CULTURAL HERING INSTRUMENTOS MUSICAIS - Tel.: 47-3381-3724 - 3334-1814 ou através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.